jump to navigation

Antigo Futuro 24 de Fevereiro de 2013

Posted by thiagorogel in Escrito com a Alma.
trackback

Enquanto os montes caem em ruas

e pedras caem do céu

Muitos podem até não ver

.

Enquanto pessoas morrem sem ar por dentro

Outras morrem por tanto aspirar por fora

E a mesma música

Ainda toca quando está em casa

.

O Sino já não mais toca

Agora é guitarra e viola

E cantos e oração

.

A vida já não é a mesma

Na mesma cidade

Onde há mais lápides

Onde se houve risos e logo choros

O dia amanhece novamente

.

E das velhas carroças

Que transportavam das roças

palhas e mantimentos

Hoje elas possuem seus vidros

Roda e rodízio

barulho e buzina

Transportam horror

mas também alegria

E bem mais rápido

.

Parece que encontrei um fio

que torna o mesmo o ontem e o amanhã

são as pessoas e suas paixões

nem todas são da parte mal que faz Deus chorar

.

E os interiores ainda são imprevisíveis

E os amores admissíveis

Dos impossíveis que se rendem

O amor de verdade te libertará.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s